Aplicativo polêmico retira fotos de crianças do Facebook

Uma nova extensão para navegadores chamada Unbaby.me promete fazer exatamente o que seu nome sugere: apagar todos os bebês do seu Feed de Notícias no Facebook.

A medida polêmica foi criada por um trio de amigos de Nova York, Chris Baker, Pete Marquis, e Yvonne Cheng, todos com idades entre 25 e 30 anos e cansados do que chamam de “pais que compartilham demais”. A extensão, exclusiva para o navegador Google Chrome por enquanto, apaga do seu Feed de Notícias as postagens relacionadas a bebês e as substitui por “coisas incríveis”, segundo os próprios desenvolvedores.

Nas configurações do Unbaby.me, há um espaço logo no início em que há uma grande quantidade palavras-chave (todas em inglês), como “primeiro aniversário”, “fofura”, “bêbe”, e outras parecidas, para serem barradas pelo aplicativo. Aparentemente, a substituição por palavras equivalentes em português funciona para os usuários brasileiros.

Após preencher esse campo nas configurações, há uma outra área em que o usuário escolhe as imagens para substituírem os bêbes no Feed da rede social. A opção sugerida pelo Unbaby.me é um feed RSS de imagens de gatos do Instagram, mas o usuário pode colocar o feed de imagens de sua escolha.

Quando acontece a substituição de uma imagem de bebê (ou qualquer uma cuja postagem tenha as palavras-chave definidas pelo usuário) aparece a mensagem “Baby removed” no Feed de Notícias do Facebook. Vale notar que o aplicativo apenas retira as imagens do Feed de Notícias, mas elas continuam visíveis ao acessar o perfil da pessoa ou página em questão.

Como esperado, o Unbaby.me causou polêmica entre os pais. A jornalista Sarah Perez do site TechCrunch, por exemplo, publicou um artigo intitulado “Unbaby.me? Unfriend.me instead” em que critica o plugin e afirma que vai criar uma extensão para “remover as fotos incessantes dos seus bichos de estimação”.

André Quintão

Está à frente de vários projetos sociais, desenvolvendo sempre novas ideias para auxiliar pais e mestres na educação de jovens e crianças em todo Brasil. Autor do livro “Pai Real no Mundo Virtual”

Contribua com seu comentário