Conheça os limites

Em 1998, foi aprovada uma Lei nos Estados Unidos proibindo os sites americanos de recolher informações que identifiquem uma criança menor de 13 anos. A proibição vale para sites americanos que são usados por pessoas de outros países – caso do YouTube, Orkut, Twitter, Facebook, MySpace e outros que têm muitos usuários no Brasil.

Os sites têm regras para que crianças e adolescentes não se cadastrem – o Facebook não permite menores de 13 anos; o YouTube não aceita menores de 18 anos e o Orkut pede que o usuário declare ser maior de idade, ou seja, tenha mais de 18 anos.

Essas regras foram criadas para proteger as crianças e adolescentes e precisam ser respeitadas. Mas é possível mentir a idade, declarar ser maior de 18 anos e burlar as restrições impostas. Se a criança ou adolescente informa a idade correta, o cadastro não será aceito – mesmo assim, os mais habilidosos conseguem apagar os cookies e fazer um novo registro informando idade falsa.

Para conhecer os limites de idade de cada rede social, acesse o site e procure no rodapé por “Terms” ou “Terms of Service” (em inglês) ou “Termos”.

Obs: 25% das crianças de 8 a 12 anos que usam a internet em casa disseram ter perfil no Facebook, Bebo ou MySpace, segundo uma pesquisa realizada na Inglaterra pela Ofcom (http://www.ofcom.org.uk/)

André Quintão

Está à frente de vários projetos sociais, desenvolvendo sempre novas ideias para auxiliar pais e mestres na educação de jovens e crianças em todo Brasil. Autor do livro “Pai Real no Mundo Virtual”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *