Dicas de proteção para o seu computador

E-mails:

Cuidado com e-mails que contenham arquivos anexados.Se você não está esperando o que está em anexo, não baixe nem abra. Mesmo se o remetente for alguém conhecido – o computador desta pessoa pode ter sido Contaminado e pode estar sendo usado para infectar outros contatos que esse usuário possui na sua lista de contatos.

Quando entra em ação, um vírus propagado por e-mail envia cópias de si mesmo para os contatos encontrados nas listas de endereços do computador do usuário.

Recomendamos que faça download apenas de sites conhecidos e seguros. Arquivos trocados com outros usuários através de sites de compartilhamento ou de origem desconhecida – que possam chegar a você em CDs, DVDs ou pen drives – podem estar contaminados.

Não clique em links de e-mails com mensagens alertando que você está inadimplente na operadora de telefonia celular, que seu CPF vai ser cancelado ou que seu cadastro no banco precisa ser atualizado e não acredite em correntes. Essas são mensagens maliciosas enviadas com o objetivo de fazer o usuário entregar informações pessoais (phishing). Se receber uma mensagem desse tipo e quiser verificar se ela é legítima, entre no site da instituição ou empresa “autora” do e-mail digitando o endereço no navegador. Ou entre em contato com o serviço de atendimento ao consumidor da empresa. Caso seja uma corrente de ajuda procure uma instituição filantrópica que realmente possa ajudar de forma concreta. Também são armadilhas as mensagens que avisam que você ganhou algum prêmio ou que incluem links que prometem fotos de celebridades nuas ou em situações comprometedoras.

Antivírus:

É importante instalar um bom programa antivírus e baixar as atualizações do programa a cada dois ou três dias. Os vírus de computador são muitos, se multiplicam rapidamente e sofrem constantes mutações. Há centenas de programas de antivírus no mercado, vários gratuitos.

Alguns exemplos:
Microsoft Security Essentials (http://www.microsoft.com/security_essentials/?mkt=pt-br)
AVG Antivírus, da Grisoft (http://www.avgbrasil.com.br/home);
Avast! da Alwil Software (http://www.avast.com/pt-br/index);
Comodo Antivírus (http://comodo.com)

Todos têm mecanismo de atualização e é de muita importância configurar a periodicidade das atualizações.

Configure o antivírus para que as mensagens do correio eletrônico (e seus arquivos em anexo) sejam verificadas. O programa de e-mail deve ser configurado para não executar automaticamente arquivos anexados às mensagens.

Firewall:

O firewall é um programa que monitora (e eventualmente bloqueia) o tráfego de informações do seu micro. Você pode não estar vendo, mas o computador se comunica o tempo todo com outros computadores quando está conectado na internet (ou numa rede doméstica).
Boa recomendação é seu computador ter um firewall pessoal. Isso pode evitar que um tipos de vírus explore falhas no seu computador ou que a partir da sua máquina ele explore pontos fracos em outros computadores.

Algumas dessas “comunicações” são normais e não representam risco, outras são explorações de falhas dos softwares instalados nas máquinas que levam o computador a mandar informações para outros de forma descontrolada. Um bom firewall identifica essas comunicações e permite que você as bloqueie quando achar necessário. As versões do Microsoft Windows a partir do XP já vêm com um sistema de firewall instalado, não é recomendável manter dois firewalls instalados e funcionando juntos, mas é prudente instalar um bom para evitar problemas.

Atualizações do Sistema Operacional

Procura por atualizações para seu sistema Operacional e altamente recomendável. Todos os Sistemas Operacionais sejam MacOS, Linux ou Microsoft Windows, de tempos em tempos disponibilizam atualizações gratuitas. Essas atualizações são, em sua maioria, correções de brechas de segurança ou bugs, correções das varias ferramentas que acompanham seu sistema operacional.

A Microsoft disponibiliza um site especifico para as atualizações que é o Windows Update e no próprio Painel de Controle a possibilidade de deixar as atualizações automáticas.

Senhas:

Uma boa senha deve ter pelo menos oito caracteres (letras, números e símbolos) bem misturados para que seja difícil de ser descoberta.
Nomes, sobrenomes, números de documentos, placas de carros, números de telefones e datas não devem ser usados como senha porque são fáceis de serem descobertos.

Pergunte, Comente e Participe.

Compilado: Portal GVT e Google.

André Quintão

Está à frente de vários projetos sociais, desenvolvendo sempre novas ideias para auxiliar pais e mestres na educação de jovens e crianças em todo Brasil. Autor do livro “Pai Real no Mundo Virtual”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *