E-mail completa trinta anos

“E-mail” é um termo cunhado em 1982 e hoje, 30 anos depois, é uma das ferramentas mais utilizadas no dia a dia pessoal e profissional. Existem atualmente mais de 1,880 milhão de usuários que enviam e recebem cerca de 294 milhões de correios eletrônicos por dia. Destes, cerca de 90% é considerado spam, mas esse número está caindo nos últimos anos com a evolução de tecnologias para evitar a prática.

A primeira mensagem eletrônica foi enviada em 1965, quando o Massachusetts Institute of Tecnhnology (MIT) introduziu o que viria a ser o primeiro e-mail da história, que estabeleceu as bases em 1977 para propor o protocolo padrão para envio de e-mail por meio da internet.

Em 1989, a IBM lançou o Lotus Notes 1.0, apenas um ano antes do início de ataques de spam. Em 1992, a Microsoft passou a comercializar o que é hoje uma das plataformas mais populares em empresas de todo o mundo: o Outlook.

O Hotmail, o primeiro serviço na nuvem, chegou em 1996, e a capacidade de incorporar múltiplas contas do Outlook aconteceu em 2003. Em 2007, um novo ator ingressou nessa cadeia. Foi o ano em que a Google anunciou o Gmail. De lá para cá, a gigante de buscas tem proliferado todos os tipos de provedores de e-mail em nuvem, e alimentado o acesso ao correio eletrônico a partir de smartphones e tablets.

É o que você espera do futuro do e-mail?

Comente, Pergunte, Participe.

Compilado: IDGNow

 

 

André Quintão

Está à frente de vários projetos sociais, desenvolvendo sempre novas ideias para auxiliar pais e mestres na educação de jovens e crianças em todo Brasil. Autor do livro “Pai Real no Mundo Virtual”

Contribua com seu comentário