Golpes no Facebook para ajuda ou sorteio pegam muitos sem saber

hondaMais um sorteio de automóvel no Facebook promete dar um veículo pra quem curtir a página e uma avalanche de internautas clica sem se ater alguns detalhes. A página possui detalhes grotescos que deixam claro que faz parte de uma farsa, também está fácil de perceber a falta de vínculo com o fabricante do automóvel e a frase “sonha o impossível” sem acento já deveria funcionar como um dica de que não passa de um brincadeira. Outro exemplo visto é a promessa do Eike Batista que irá sortear sua nova Mercedes para quem curtir a página dele. Sem contar o sorteio do iPhone 5 que postamos aqui no blog.

Outra tática que vemos com frequência são os pedidos de ajuda. Nos Estados Unidos uma jovem foi presa, por criar um campanha para solicitar doação para ajudar no tratamento de câncer de mama. Ela arrecadou 8 mil dólares, mas a verdade é que sua real intenção era o implante de silicone, mas no Brasil sabemos que golpes na internet não funcionam assim, acabam sendo enquadrados em outras situações, o que dificulta a prisão dos criminosos.

Até mesmo campanhas para doações mais nobres, onde os “cliques”, “curtidas” ou “compartilhadas” serão convertidos em doações em dinheiro pelo Facebook para tratar alguma doença rara de crianças ou recém nascidos.

A Rede Social deixa claro que não ajuda ninguém com tratamento médico, muito menos com doações.

Mas fica a pergunta, por que algumas pessoas fazem isso?

Não há como saber a real intenção de quem inicia uma coisa destas. Pode ser por pura diversão, seja para ver quantos caem nessa, pode ser um troll, pode ser para saber o perfil dos internautas, ou mesmo conseguir as informações dos usuários que clicam ou curtem as notícias. Não é difícil descobrir os perfil dos internautas a partir de suas curtidas, ou uma vez “curtindo” é possível pegar seu e-mail para a pratica de Phising ou mesmo SPAM.

Antes de mais nada, o usuário é o elo fraco e com o desejo de ganhar algumas coisa, ou na melhor das intenções ajudar nas campanha de arrecadação caem numa falsa informação. É importante conhecer as dinâmicas da Internet para não se tornar mais um a aumentar o número vítimas dos criminosos na Internet.

André Quintão

Está à frente de vários projetos sociais, desenvolvendo sempre novas ideias para auxiliar pais e mestres na educação de jovens e crianças em todo Brasil. Autor do livro “Pai Real no Mundo Virtual”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *