Recebeu um e-mail desagradável? Pense bem antes de respondê-lo

Em algum momento nas suas rotinas da vida digital, vai receber um e-mail muito desagradável. Às vezes vem de onde menos esperamos, do amigo, de um colega de trabalho, do chefe, de um cliente, e até de desconhecidos. Independentemente da origem, os sentimentos são sempre os mesmo e com grande possibilidade de isso resultar em sentimentos feridos e muita raiva. Somos tomados por um rompante de forças emocionais e nossa primeira vontade é responder imediatamente e à altura do insulto. Mas antes de qualquer coisa respire fundo, alguns assuntos são difíceis de ser expressos emocionalmente por e-mail e se achar necessário responder de um tempo na resposta, também estamos passiveis a falhas. Esperar mais de uma hora antes de enviar sua resposta, pode ser um grande trunfo.

No Blog recebemos e-mails das mais diferentes pessoas. Como nosso e-mail esta público e o contato dos nossos leitores e sempre bem vindo recebemos diversos mensagens. Na maioria das vezes são elogios e criticas construtivas que tem o desejo de melhorar nosso trabalho no Web Segura, mas sempre existe as mensagens que testam nossas resistência a responder de forma furiosa. Algumas pessoas as vezes não concordam com o que esta escrito e tentam entrar em debates furiosas com os temas expressões no Blog. As vezes são tão arbitrários quem preferimos nem publicar o conteúdo no site.

Aprendi que responder a e-mails no calor da emoção nunca é o melhor caminho. Responde assim é um erro. Se receber uma mensagem desagradável, colocamos aqui algumas dicas para ligar bem com essa situação:

  1. Fique longe do teclado. Dê a si mesmo a chance de digerir a mensagem, considerar o ponto de vista da pessoa que o enviou e esvaziar a cabeça. As pessoas geralmente escrevem coisas em e-mails que jamais diriam pessoalmente ou pelo telefone, e muitas vezes estão apenas querendo desabafar.
  2. Espere pelo menos uma hora para responder, e tenha certeza de que passou esse tempo focado em outra coisa. Se você deixar a raiva inicial inflamar, não irá pensar claramente quando for responder, e as coisas podem sair de controle. Pegue a estrada mais leve; seja superior.
  3. Se você decidir responder [após considerar que algo bom virá disso], finalize o ciclo de e-mails e pegue o telefone: “Gostaria de conversar com você sobre seu e-mail e tentar resolver as coisas”. Na maior parte do tempo, é um jeito rápido e efetivo de resolver maus sentimentos.
  4. Se essa não for uma opção, escreva a resposta maldosa e malcriada que você quer, coloque todos os seus sentimentos, mas não envie. Não escreva no seu cliente de e-mail, que pode gerar uma vontade incontrolável de clicar no enviar. Escreva no Word, essa é uma ótima maneira de se acalmar e criar alguma perspectiva sobre uma situação difícil.

O e-mail é uma maneira muita falha de comunicação, que vai sem sentimentos e sem olho no olho e que pode ser facilmente má interpretado. Mensagens incompreendidas levam a discussões desagradáveis que não aconteceriam de outra forma. Se desejar inserir um pouco de sentimento em suas mensagens e facilitar a compreensão uma boa maneira da fazer isso e utilizando emoticons. Uma carinha de sorriso é uma forma simples de passar algum sentimento e efetiva de dizer “estou brincando”, ou “não leve isso tanto a sério.”

André Quintão

Está à frente de vários projetos sociais, desenvolvendo sempre novas ideias para auxiliar pais e mestres na educação de jovens e crianças em todo Brasil. Autor do livro “Pai Real no Mundo Virtual”

Um comentário em “Recebeu um e-mail desagradável? Pense bem antes de respondê-lo

Contribua com seu comentário